quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Memória Madame


Homenagem à banda Madame Saatan pelo prêmio Dynamite de Música Independente. Registro do meu arquivo pessoal de show realizado no Afrikan Rocker, circuito promovido pela Associação Pró Rock em março de 2004. Com Zé Mário ainda dividindo as guitarras com Edinho.

6 comentários:

Katarro disse...

Com todos esses prêmios, me pergunto o que uma cena precisa para "provar" para certos jornalistas do que somos capazes.

Sammliz disse...

Meu Deus Nicolau!!! Essa foi direto do túneo no tempo.Eu de bailarina... Oh God!:)

Obrigada pela força de sempre meu querido.

beijos

Sam

Nicolau Amador disse...

Jayme,
os movimentos de resistência, vão enfrentar sempre alguma...reistência!

Nicolau Amador disse...

Samm,
vc tava, sem dúvida, uma graça de bailarina, rsrsrs. Linda!
A força é nossa!!!
Volte sempre, pois és sempre bem-vinda.
Bjos.

Sammliz disse...

eu quis dizer "Túnel", affe.:P

Bernie Walbenny disse...

Esse evento foi o que teve o Los Hermanos? Se for, foi a primeira vez que assisti o Madame Saatan. Ficou na minha mente aquela imagem. Outros shows que lembro daquela noite foram Eletrola e Stigma.
Meu primeiro contato com a música rock autoral paraense. Fiquei impressionado com a qualidade, tanto que pensei ser só cover que eu não conhecia. hehehe. Dias depois fiquei sabendo que as bandas faziam som próprio. Comecei baixando o Suzana Flag, Eletrola e Madame Saatan .. daí não mais parei. rsrsrs